location_on
highlight
train
chat
staff
calendário
taça das casas
destaques
adm CP
mod CP

mar., 2024

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
25 26 27 28 29 01 02
03 04 05 06 07 08 09
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 01 02 03 04 05 06

01 nov → 22 nov, 2023


2016 highlights

G

t. de quadribol

2019 → 2020
-------
-------
hourglass_empty

t. das casas

2021 → 2022
-------
-------
H

t. de quadribol

2022 → 2023
-------
-------
hourglass_empty

t. das casas

2020 → 2021
-------
-------

R

t. de quadribol

-------
-------
-------
hourglass_empty

t. das casas

-------
-------
-------
S

t. de quadribol

2021 → 2022
2020 → 2021
-------
hourglass_empty

t. das casas

2022 → 2023
2019 → 2020
-------
close
Destinatário
CC (até 100 nomes. um por linha.)
Título
Sua mensagem
Last
Train
Home.
RPG PÓS-POTTER. 2024. HOGWARTS, MINISTÉRIO DA MAGIA, CIVIS & FANTASMAS.
keyboard_arrow_down



 lembretes

  • Usar sobrenomes canon é um dos motivos para barragem da sua ficha. Utilize o nosso autenticador para ter certeza de que está indo pelo caminho certo!
  • Em título, coloque: Sobrenome, Nome. Sem nomes do meio, sem abreviações.
  • Em subtítulo, coloque o núcleo da qual sua personagem faz parte (Civilians, Ministry of Magic). Caso seja de Hogwarts, informe a casa da personagem e o seu ano também.
  • Não use photoplayers que participaram dos filmes de Harry Potter. Isso também garante uma barragem de ficha!
  • Infelizmente, as fichas não têm como dar preview por conta do jQuery que tem dentro delas. Caso queira dar preview, você vai precisar tirar a parte de boletim/N.O.Ms/N.I.E.Ms e depois colocar de volta. Para mais informações, veja este aviso de ADM.
  • Qualquer dúvida, poste neste tópico. Não se acanhe!

 
reply_all
content_paste
poll

 BELLAMY, RYAN, civilians, w.a.d.a.
0 posts
flare
5 LTH points
1civilians - music @ w.a.d.a. (2023.1), 19, Família mestiça
2o prodígio da música

link Feb 9 2018, 11:01 PM W.S. // no keyboard_arrow_right J. keyboard_arrow_right enviar coruja

Ryan Bellamy

Perfil

NOME COMPLETO Ryan Jay Bellamy Hopkins.
DATA DE NASCIMENTO 04/04/2005.
LOCAL DE NASCIMENTO Dublin, Irlanda.
RAÇA & SANGUE Mestiço.
VARINHA Madeira de Cerejeira, 32 centímetros, flexível, núcleo de fibra de coração de dragão..
NÚCLEO & CARGO Civilians, Música na Wizarding Academy of Dramatic Arts (2023.1)
HABILIDADE N/A
PHOTOPLAYER Nick Jonas.
PLAYER J.

Histórico

Resultados definitivos dos N.I.E.M.s

Atributos

FORÇA 07 AGILIDADE 05
RESISTÊNCIA 04 INTELIGÊNCIA 08
PERSUASÃO 04 FORÇA DE VONTADE 08

Informações extras

A distribuição de pontos de RYAN BELLAMY no Histórico Escolar, faltando 25 pontos, é proposital;

Personalidade

Ryan é o mais novo e, por isso, talvez seja o mais mimado pela mãe. Tem uma força de vontade surreal, tudo o que coloca na cabeça e decide que vai fazer, ele faz. É bastante inteligente, mas possui uma inteligência musical. Costumava dizer que só tinha boas notas por conseguir transformar as matérias em música e, assim, estudar com mais facilidade. É corajoso, leal e não leva desaforo pra casa. Sua família é seu maior bem, e ele adora uma reunião familiar, é um Bellamy afinal. É fã de quadribol, não via como não ser, e torce enlouquecidamente para os Bats, mas se mantem de toda e qualquer competição que envolve esporte; definitivamente não é a sua área. Faz muitas piadinhas, muitas mesmo, e mesmo sendo tímido, tem um outro lado seu que aparece toda vez que música está envolvida. Mas esqueça a timidez quando estiver entre os amigos, ou familiares, porque aí ele é falante, brincalhão, e um implicante completo. Com as mulheres ele tem dois jeitos de agir, que depende se a mulher realmente o interessou, ou se é algo apenas de passagem. Se ele estiver interessado, vai se mostrar confiante, mas não muito, vai se mostrar um pouco tímido também, afinal gostou da menina. Mas se for algo passageiro, que ele não quer levar a frente, sua confiança é num nível muito mais alto e, mesmo que não leve a menina para casa, não se incomoda nem um pouco.

É muito apegado ao irmão mais velho, Sebs, apesar da diferença de idade, e quando o mesmo se mudou e foi morar sozinho, Ryan sentiu-se um pouco abandonando. Nunca disse isso, é claro, pois sabia que o irmão estava seguindo os próprios sonhos, como ele esperava fazer um dia, mas tinha essa fantasia de dividir um apartamento com Sebastian, trocar ideias e fazer música juntos até que não pudessem mais. A esperança ainda existia dentro dele, porque ele é um rapaz otimista, sempre vendo o lado bom das coisas e achando um motivo para sorrir no meio da escuridão. Nunca se sabe o que o amanhã vai trazer, não é mesmo?

Apesar de ter sido criado pelos Bellamy, sem dúvidas tem o sangue Hopkins correndo em suas veias, não tem como negar esse ponto. Tem uma relação boa com o irmão gêmeo, mas não com o pai - ressente a decisão do homem em separar os meninos. Não culpa a mãe em momento algum, mas o pai totalmente e o culpa por tudo de errado que já aconteceu. Vive em constante difusão sobre ser meio Bellamy e meio Hopkins, porque queria que Nicholas, seu gêmeo, tivesse tido a chance de viver com a mãe e os irmãos Bellamy assim como ele teve. Até onde ele sabe, o pai (Hopkins) seduziu a mãe (Bellamy) pouco antes do nascimento dos gêmeos, mas a mãe se arrependeu por amar o marido mais do que qualquer coisa e não querer destruir sua família. A decisão de separar os filhos foi feita por Hopkins, que Ryan nem ao menos sabe o nome, e ele o ressente muito e se nega a entender o que se passaria na cabeça de um pai ao separar seus filhos. Espera, um dia, entender melhor, mas o pouco que sua mãe lhe contou é o suficiente para que esse ódio se permeie quando o assunto é a família Hopkins. Com a exceção de seu gêmeo, é claro.

História

"Quando se é um Bellamy, existem certas expectativas que são cobradas de você. Por exemplo, o amor pelo quadribol e a vontade desenfreada de ser um jogador. E de ter muitos filhos, porque Bellamy é a mesma coisa que coelho, praticamente." É o que Ryan costuma dizer quando perguntam a ele, incessantemente, porque ele seguiu a carreira de músico ao invés do esporte, como o resto de sua família. Sua resposta é sempre essa frase, porque ele acredita que é o suficiente e ninguém mais precisa saber de sua vida, mas a verdade é que ele não sabe explicar que não tem o dom para a coisa.

Ryan veio por último para os Bellamy, depois de sua irmã Jill, anos depois de seu irmão mais velho, Sebastian. Por ser o último, muitas coisas que eram pedidas de Sebs, por ser o primeiro, não lhe foram pedidas, mas eram esperadas ainda assim. Desde pequeno aprendendo que Quadribol era o que a família fazia e que devia fazê-lo para ser alguém na vida, mas adorava brincar com o violão antigo de seu avô quando o pai não estava por perto. Brincava de clube de música com seu irmão, fazia serenatas, no início malfeitas, para sua mãe e recebia os olhares de reprovação de seu pai. Descobriu, depois de alguns anos, que a reprovação de seu pai não era só porque ele não se dava bem com o esporte, mas porque era a prova viva da infidelidade de sua esposa com um dos homens da família Hopkins, o que fazia de Ryan meio Hopkins e meio Bellamy. Ele não detestava sua mãe, porque sabia que pra ela foi dificil ter concordado com separar os gêmeos.

Sempre foi um bom menino, porém, e tentou com muito afinco ser parte do time de quadribol de Hogwarts para agradar seu pai, e acabou sendo batedor. Era forte, conseguia rebater as bolas com vontade, mas saía dos jogos sem alegria nenhuma quando venciam. Era claro que seu amor não estava ali. O Clube de música da escola era o seu lugar favorito, mesmo que seu pai preferisse as histórias que ele contava de suas aventuras no campo ou no salão comunal dos leões, onde residia. Depois de alguns jogos, Ryan pediu para ficar no banco, preferia ser reserva, mas disse ao pai que alguns garotos melhores entraram no time e ele precisou ser deixado de lado. Fingia indignação para satisfazer o homem, mas a mãe o lia como se fosse um livro de figuras.

Aos quatorze anos ganhou um violão de aniversário, de sua mãe. Ela sempre o apoiara, e Ryan dizia que iria se esforçar bastante e ser tão bom tocando os instrumentos quanto seu irmão era. Sebastian talvez não soubesse o quanto o irmão o admirava por ter saído do "rumo certo" dos Bellamy para perseguir a sua paixão, nem o quanto ele achava que o irmão era incrível como músico, e nem mesmo o quanto ele queria crescer para ser como ele. Aprendeu a tocar o violão perfeitamente, assim como a guitarra logo em seguida. O piano foi mais complicado, demandava mais tempo, mais persistência e muita força de vontade, o que o pequeno tinha de sobra, e depois de alguns anos praticando sem parar, conseguiu, também, dominar aquele instrumento.

Formou-se em Hogwarts sem muitas menções honrosas, não venceu a taça de quadribol como seu pai esperava, mas participou de diversas apresentações de música pela escola. Foi confrontado, é claro, pelo pai, muitas vezes, sobre música não dar dinheiro, ser um caminho incerto e duvidoso, e sobre Ryan depender demais na sua crença de que tem um talento que ele, o pai, não via. A mãe, porém, sempre lhe dizia exatamente o contrário; sabia com quem era casada e sabia o sobrenome que carregava, mas desejava, mais do que tudo, a felicidade de seus filhos, não importando o que fizessem. Conversaram, juntos, com o pai sobre o ingresso de Ryan na W.A.D.A. para estudar música e, apesar de muito a contragosto, o pai concordou em ajudar no pagamento de um apartamento próximo da escola, com a condição de que o garoto voltasse para casa em todos os feriados, chamasse os pais para visitar e não se envolvesse com o "submundo do rock" que, de acordo com seu pai, era repleto de drogas, prostitutas e maus elementos. Como se no quadribol não existisse nada disso.



This post has been edited by Ryan Bellamy: Feb 20 2018, 03:39 PM
160 posts
flare
450 LTH points
1Slytherpuff as always, 23 Solar cicles, Família trouxa
2KETLE WHISTLING... I DRINK MY TEA WITH MILK, BUT NO SUGAR. ENGLISH OR EAL GRAY, I DONT HAVE TIME FOR FOOLING ARROUND. NOW WE CAN TALK.

link Feb 20 2018, 03:29 PM W.S. // no keyboard_arrow_right Marina keyboard_arrow_right enviar coruja
opa, calminha aí
Olá! O LTH deseja-lhe as boas vindas!
Para continuar a avaliação, pedimos para que cheque a sua caixa de mensagens, pois mandamos uma MP com algumas dúvidas em relação à ficha. Pedimos para que responda essa MP o mais rápido possível. Você tem 7 (sete) dias para responder e fazer todas as modificações necessárias, avisando-nos por MP e no próprio tópico quando tudo estiver nos conformes. Não se preocupe, até o prazo limite as suas vagas estarão asseguradas!


marina

0 posts
flare
5 LTH points
1civilians - music @ w.a.d.a. (2023.1), 19, Família mestiça
2o prodígio da música

link Feb 20 2018, 04:04 PM W.S. // no keyboard_arrow_right J. keyboard_arrow_right enviar coruja
Tudo editado.
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

perm_data_setting
reply_all
content_paste
poll


 


 

Affiliates [ View All | Link-us | Apply ]
Tenebris Libertas Epifania roses & épines WINGS OF DESPAIR The Ministry RPG Mutosphera RPG Dystopia Moonless World O Jogo dos Tronos hawkins, 1985. Fênix Graphic Rage & Ruins 
 

© Last Train Home. Skin feita por Hana.
Ilustrações por Atomhawk Design. Pixels awards por Larwick.
Melhor visualização no Google Chrome. Para mais créditos, clique aqui.
since 19/04/2017.
forum keyboard_arrow_up
send
1 evento: hogwarts
2 candidatura à moderação
3 votação: 2017 highlights
4 prompt: criaturas mágicas